Dia da Cidade: Centro Empresarial Ferreirense é inaugurado para impulsionar o desenvolvimento

Ainda na manhã desta quarta-feira, 29 de julho, dia do aniversário de 124 anos de Porto Ferreira, o prefeito Rômulo Rippa inaugurou o Centro Empresarial Ferreirense (Cefer) de forma oficial, com toda a infraestrutura necessária para que a região que já abrigou o antigo aeroporto do município seja um novo polo de desenvolvimento econômico, para a geração de emprego e renda aos ferreirenses.

O prefeito estava acompanhado na cerimônia pelo vice-prefeito Dr. Saldanha Leivas Cougo; pelo presidente da Câmara Municipal, vereador José Gustavo Braga Coluci; pelos vereadores Francisco Donizete Pereira (Kiko Mecânico), Alessandro Rossi Bertazzi (Dentinho), Eduardo Alexandre Moreira da Silva (Cabo Eduardo Pitbull), Alan João Orlando, Élcio Gustavo Silveira Arruda e Renato Pires da Rosa; além de secretários municipais, assessores, moradores da região e empresários do Cefer.

A licitação feita pela Prefeitura para fazer a infraestrutura completa do Cefer (Centro Empresarial Ferreirense) também englobou a infraestrutura e pavimentação da avenida Mariano Procópio, no Recreio Aeroporto, e a duplicação da avenida Júlio de Oliveira Dorta no trecho entre o Cemitério Cristo Rei (novo) e o centro empresarial, que também foram inaugurados hoje.

Também na solenidade foram entregues seis termos de homologação e adjudicação de áreas para novas empresas se instalarem no local. Desde o ano passado foram vendidos 14 lotes de 19 disponíveis. Os cinco últimos estão com licitação aberta aos interessados.

A breve cerimônia e os discursos podem ser assistidos neste link: https://www.facebook.com/romulorippa/videos/352422089486921 

Histórico do Cefer

A ideia de se construir um distrito industrial ou centro empresarial em Porto Ferreira é antiga. Apesar de projetos e tentativas, o primeiro passo concreto foi dado em 2009, quando foi expedida licença dos órgãos ambientais competentes para utilização da área do antigo aeroporto ou campo de aviação, um equipamento inaugurado em 1950 em área doada pelos empresários Wladimir Salzano (Nenê) e Nicolau de Vergueiro Forjaz.

Pouco se avançou nos anos seguintes à expedição da licença. Sem infraestrutura, apenas três empresas se instalaram no local. Até que em 2017 o projeto do Cefer (Centro Empresarial Ferreirense) foi repensado para que pudesse finalmente se efetivar.

Após novas tentativas de viabilizar as obras com recursos federal e estadual, em agosto de 2018 foi anunciado o novo modelo de concessão da área, com licitações para vendas de lotes subsidiadas. Os recursos arrecadados seriam utilizados nas obras de infraestrutura.

Na sequência, foi criado por lei o Conselho Municipal de Gestão do Cefer para aprovar, acompanhar, avaliar e fiscalizar as concessões de terrenos, acompanhando execução dos encargos dos beneficiários, entre outras tarefas.

Em fevereiro de 2019 foi feita a convocação aos empresários que pretendiam ingressar no novo modelo de venda de lotes. Paralelamente a este processo, no final de maio a Prefeitura anunciou um grande pacote de obras mediante financiamento de R$ 26 milhões junto à Caixa Econômica Federal. Além de contemplar a infraestrutura do Cefer, eram também previstas melhorias na região, como a ponte do córrego Santa Rosa, infraestrutura e pavimentação da avenida Mariano Procópio, no Recreio Aeroporto, duplicação de trecho da avenida Júlio de Oliveira Dorta entre o Cemitério Cristo Rei (novo) e o Cefer, e rotatória de acesso às avenidas Mariano Procópio e Júlio de Oliveira Dorta.

Em julho de 2019, o primeiro processo licitatório para venda de lotes do Cefer arrecadou um total de quase R$ 2,2 milhões. Outros dois seguiram-se deste então. As obras de infraestrutura tiveram início em setembro de 2019. E, agora, estão sendo entregues em julho de 2020.